domingo, 1 de maio de 2016

Páginas de meu diário II



Já era para estar acostumada com os meus sonhos...
Mas não estou.
Confesso que isso é bom e até gosto.
Porque é algo que me surpreende e me mantém viva.
Este último sonho foi uma loucura sexual...
Um encontro de duas pessoas que se desejam, mas que ultimamente não tem a oportunidade de ficarem juntas, ao menos para se curtirem.
Talvez o desejo que possui contido eu a tenha trago para junto de mim de alguma forma.
Onde a lascívia e a luxúria se fundiram em alquimia.
É tão bonito de se ver e de sentir o prazer sendo realizado, na conjugação de dois corpos que se desejam...
De almas que se buscam...
Embora eu não tenha o menor interesse de compartilhar uma vida a dois, somente algumas horas de prazer e sexo.
De nos alimentarmos...
De nos saciarmos...
De nos mantermos vivos em uma transcendência carnal.
Já disse que não vivo uma vida que não é a minha.
O meu corpo é um...
A minha alma é outra parte de minha essência...
Quantas vezes terei que repetir isso?
Tenho a impressão de ter vagado séculos atrás por estas mesmas ruas estreitas ou estradas desertas...
Em busca de êxtase!
E fiz de meu corpo moradia de muitos homens, pois nasci para servi-los.
Ou que muitos me subjugavam para verem se enfiando em minhas entranhas...
Hoje possuo a pele clara e, será que naquele tempo era assim?
São muitas as contradições em meu dia a dia.
Mas a certeza que tenho...

É a de possuir a alma liberta de qualquer resquício de escravidão.

3 comentários:

CLOVIS MARTINS disse...

Que delicia gata...que delicia de sensibilidade e sabores...

CLOVIS MARTINS disse...

Saudades de vc

CLOVIS MARTINS disse...

Teu corpo é um instrumento que te de ser tocado...para que a música se dê...