quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

MEU APREÇO



Empinada na cama,
A você me ofereço.
Com o cu em chamas,
Este é o meu apreço.


“Meu pau lateja no desejo,
Abro com a língua as nádegas.
O orifício piscante... Beijo.
Na menção de invadir as pregas.”


Tu sabes que é disso que gosto,
Nada de ky ou outro lubrificante.
As sensações se tornam anestesiantes,
A dor na medida certa é o que curto.


“Rendo-me ao teu cuzinho delicioso,
Que faz ficar babando a minha tora.
Contigo o sexo sem frescura é prazeroso,
Fazendo-nos gozar na grande loucura.”


Você é meu macho, o que me dar prazer,
Cavalgar em teus quadris é sensacional.
Em corpos suando, movimentos de derreter,
O teu membro pulsando... Hum que anal.

Um comentário:

Docecomomel(hgata) disse...

Meu apreço e parabéns pelo esaço tão excitante.Grata Fabby colocar link dos meus blogs abraços e sucessos